;
11/02/2016
Publicidade

Antes que meu corpo vire cinzas

Garotinha assopra cinzas ao ar livre
Pensei que você fosse a brisa da manhã, que viesse a refrescar a chama que me consome, aquela que atende pelo nome de amor. Mas não, você veio pela noite como vendaval, passou, tirou tudo do local. Espalhou o fogo, deixou-me perdido no meu próprio abrigo.

Trouxe consigo um cisco, me atingiu pelo visto e me pôs a chorar. Diz-me por que este mesmo vento não pode passar mais lento, levando esse ar cinzento que me impede de enxergar? Por que não vem sobre meu rosto e seca essas lágrimas sem gosto que embaçam meu olhar?

Então, que venha e sopre forte, dê-me um sentido, um norte. Me leve pra outro lugar. E se nada disso der certo, que venha e sopre gélido, apague o que há de inflamar. Mas faça antes que meu corpo vire cinzas, que o vento chegue ranzinza e sopre em direção ao mar.
Imagem: JoJoes (topo)
© Copyright 2015 Blog do Tejota Tema: Themexpose